A Team Liquid é a grande Campeã do Brasileirão 2019!

Go back to News

Team Liquid é coroada o melhor time do Brasil após ganhar a temporada de 2019 do BR6, levando para casa um prêmio de R$200.000

This article is translated. You can find the original here: Team Liquid Crowned Brasileirão 2019 Champions!

Após uma longa temporada de dez meses, os quatro melhores times do Brasil se encontraram neste fim de semana na GameXP 2019 no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Onde vimos a Ninjas in Pyjamas, Black Dragons, FaZe Clan e Team Liquid disputarem o título de melhor time do Brasil e dividirem a enorme premiação de R$350.000.

Pular para:

 
 

 

https://twitter.com/rainbow6br/status/1155542471465689092

Ninjas in Pyjamas vs Black Dragons

O primeiro jogo viu o terceiro e o quarto colocado da classificação geral se enfrentarem numa melhor de três mapas, e não foi um jogo muito apertado.

 

Banco, o primeiro mapa, começou muito bem para a Black Dragons com Hugzord abrindo com quatro eliminações que começou um vai e vêm entre ele e Muzi para o posto de top fragger. Hugzord não só venceu essa disputa com 12 eliminações, contra 10 de Muzi, mas seu time definitivamente estava se dando melhor nas trocações e com os Rounds de vitória da NiP vindos dos erros de administração de tempo da BD. O terceiro round terminou com apenas quatro eliminações enquanto o quinto round terminou com GDNN1 e pzd sendo forçado a avançar ao bombsite nos últimos 6 segundos os levando a serem facilmente eliminados. Apesar disso, a  BD estava se dando melhor e acabou levando o mapa por 7 a 3.

Via @rainbow6br

No entanto no segundo mapa Fronteira, Hugzord não teve a mesma performance conseguindo apenas uma eliminação enquanto Pino nos mostrou a melhor performance do dia com um incrível KD de 3.0. Com triple kills nos dois primeiros rounds, Pino conseguiu mais eliminações nos dois primeiros rounds do que quatro de cinco jogadores adversários conseguiriam em todo o mapa o que mostra com clareza o que esperar no que foi na verdade o mapa de escolha da Black Dragons. NiP venceu o mapa por 7 a 1 com o único round de vitória da BD vindo de quando Kamikaze foi colocado numa situação fora do bombsite 1x3 pós-plant.

Isso deixou o terceiro mapa -- Consulado -- para decidir quem iria avançar e enfrentar a FaZe Clan no dia seguinte. Apesar de nenhum player ter se destacado individualmente, estava bem claro que a NiP estava superior no confronto, após a sua performance no mapa Fronteira, abrindo uma vantagem de 4 a 2 na primeira metade, incluindo um 4k do Psycho, antes de acabarem com o mapa com três vitórias de ataque consecutivas e carimbar o seu lugar no que era praticamente uma semifinal.

 

Ninjas in Pyjamas vs FaZe Clan

Após tudo isso, no Sábado nó vimos a NiP avançar da primeira rodada para enfrentar a equipe segunda colocada na classificação, FaZe Clan. Pino mais uma vez foi eleito o MVP da partida com maior número de eliminações e o menor número de mortes do que qualquer um, mas a coordenação da FaZe eventualmente levou a melhor contra eles.

O palco via @rainbow6br's flickr

O primeiro mapa Fronteira foi uma disputa justa entre as duas equipes que ficaram muito próximas até o final, mas sem clutchs e multi-kills notáveis até chegarmos ao placar de 5 a 5. Nesse momento a NiP estava na defesa e já tinha falhado duas vezes nas defesas do bombsite da Sala de Ventilação e Oficina e após vencer por pouco a defesa na Sala de Armas e Arquivos, foi forçada a escolher outros bombsites para os dois rounds seguintes. A FaZe se aproveitou disso enquanto a Nip os levou para a Oficina mais duas vezes com a FaZe conseguindo a vitória nas duas e fechar o mapa em 7 a 5.

Depois veio Litoral, que começou com uma série de rounds unilaterais, logo no quinto round já tivemos um clutch 1x3 do Yoona e logo no round seguinte o Pino revidou com um 1x3 Ace clutch. Essa foi provavelmente a melhor jogada individual do fim de semana e o único Ace até então que foi, de fato, o momento da reviravolta da NiP no mapa, que então venceu três rounds em sequência com praticamente nenhuma resistência da FaZe.

Finalmente, tivemos Mansão que começou logo de cara com o Astro vencendo um 1x2, mostrando para a platéia que a FaZe não estava pronta para desistir. Enquanto a NiP conseguiu vencer a metade de defesa como era esperado, 4 a 2, não foi nem de perto um resultado confortável como se espera ser em Mansão já que a diferença só veio graças a um 4k 1x3 do Muzi. Simplificando, a NiP parecia frágil em Mansão, o que faz sentido considerando que é um dos seus mapas mais banidos.

Felizmente, a skill individual deles começou a aparecer quando eles foram para o ataque com o Julio conseguindo oito eliminações em três rounds para os levar para 5 a 3 antes de a FaZe conseguir empatar na segunda metade levando o jogo para a prorrogação. A FaZe defendeu primeiro, conseguindo assim uma grande vantagem sobre a NiP, no entanto, eles nem precisaram já que a NiP conseguiu apenas uma eliminação nos dois rounds seguidos -- Muzi no Cameraman -- levando assim o placar para 8 a 6 e a vitória no confronto para a FaZe oq ue significou eles indo enfrentar a Team Liquid na Grande Final no Domingo.

As estatísticas do jogo entre FaZe Clan e Ninjas in Pyjamas na segunda rodada dos playoffs do BR6.

 

FaZe Clan vs Team Liquid

FaZe ClanAstro, cameram4n, mav, yoona, ion and Twister (coach)

Team Liquidnesk, S3xyCake, psk1, Paluh, muringa, Sensi and Silence (os dois coaches)

E então chegou a Grande Final do BR6 2019 entre os atuais bi-campeões, FaZe Clan e a Team Liquid, desesperados para conseguir seu primeiro título desde a sua vitória nas finais da Pro League Season 7. Essa partida foi uma aula de Siege e provavelmente um dos melhores jogos de Rainbow Six até hoje e definitivamente o mais longo com 63 rounds (em comparação, a final do Six Invitational 2019 teve 41) distribuídos em cinco mapas.

O ban de mapas da Grande Final via @rainbow6br

O Primeiro mapa começou a favor da Liquid com eles vencendo os três primeiros rounds de defesa em Consulado com apenas duas mortes do seu lado. No entanto a FaZe acordou nesse momento, os rounds foram unilaterais a favor de seja qual time tenha ganho com nós vendo todos rounds tendo uma situação de 1x3 ou pior. O ponto alto desse mapa foi claramente um 4k do Mav com a Valkyrie em um período de 15 segundo enquanto os atacantes tentaram rushar no bombsite. O mapa eventualmente terminou com um 7 a 5 a favor da FaZe após vencerem cinco rounds consecutivos em sua defesa antes de um triple kill do Astro acabar o mapa no Lobby. 

Depois veio o segundo mapa, Froteira, que começou com a Liquid conseguindo um 3 a 0 antes de terminar a primeira metade em 4 a 2. Nessa altura, o mapa ficou relativamente estático; apesar de grandes jogadas em equipe vindas dos dois times, nenhum deles foram desafiados com o restante dos seis rounds todos deixando uma situação de 1x4 ou pior enquanto seus times eram engolidos e eliminados facilmente. O mapa enfim terminou a favor da Team Liquid por 7 a 5 após o Paluh eliminar o Astro com apenas um segundo restante no relógio.

Mansão veio em seguida e foi muito mais apertado do que os outros mapas. Apesar da Liquid não conseguir abrir uma grande vantagem cedo, eles conseguiram vencer a primeira metade de ataque por 4 a 2 o que causou terror à FaZe. Mesmo assim, mesmo com a Liquid vencendo mais dois rounds e os colocando em map-point com 6 a 2, o 4k do Ion no round 9 começou a reviravolta no ataque em Mansão, algo que é algo extremamente raro de se ver. A FaZe conseguiu não apenas vencer quatro rounds seguidos e levar a partida à prorrogação mas também venceu os dois primeiros rounds da prorrogação com apenas uma morte do seu lado assim como aconteceu contra a NiP no dia anterior. Foi uma virada tão impressionante mesmo que muitos desconsideraram a FaZe após a Liquid conseguir vencer três rounds no ataque, a FaZe provou que eles nunca devem ser desconsiderado de um mapa não importa o quão ruim é a situação.

A essa altura, a partida já estava mais longa que a final do Six Invitational 2019 e nós estávamos apenas começando o quarto mapa -- Litoral. Esse mapa teve inúmeros clutches, é difícil lembrar de todos que incluem um 1x4 do Nesk e um 1x3 do Muringa, no entanto, no final foi o Paluh que decidiu o jogo. A FaZe inicialmente chegou em 4 a 2 no ataque antes da Liquid vencer quatro rounds que começou com um 4k do Paluh no round 7 e um Ace dele mesmo no round 10, os colocando em map point. No entanto esse último round não foi jogado já que o Cameram4n acidentalmente escolheu o Warden, um operador banido por estar em quarentena, forçando a FaZe a desistir do round e dando a vitória para a Liquid por 7 a 4 mesmo com a FaZe tentando usar o sexto pick para trocá-lo.

Então chegamos em um renovado Kafe Dostoyevsky como o quinto mapa que no papel era um mapa fraco para ambas as equipes, no entanto, a FaZe já tinha vencido a Liquid durante a Pro League neste mapa, o que teoricamente daria uma vantagem a eles. No entanto dessa vantagem a que a FaZe tinha foi ignorada pela Liquid que venceu cinco dois primeiros seis rounds e já estavam de olho no título. No entanto, assim como foi dito anteriormente, você nunca deve desconsiderar a FaZe que veio a vencer quatro rounds graças principalmente ao Astro, antes da Liquid vencer mais um e os levar ao Match point e um clutch 1x2 do Cameram4n levou o último mapa da temporada para a prorrogação.

Nesse momento, a stream do jogo já atingia 50 mil espectadores apesar de estar sendo transmitida apenas em português e sendo transmitida ao vivo no canal a cabo SporTV3, enquanto apenas dois rounds separavam a Liquid e a FaZe de um dos títulos mais cobiçados no cenário de Rainbow Six. O Round 13 teve uma incrível eficiência da Team Liquid fazendo com que o Ion tivesse que conseguir um Ace para vencer antes de S3xycake o eliminasse, já o round 14 teve um equilíbrio dos dois times trocando eliminações até que o Psk1 ficasse em uma situação de 1x2 que foi praticamente presenteada para ele graças ao Astro, que ao invés de cobrir o plant, rushou através do mapa e foi eliminado, forçando o Yoona a fazer o mesmo e dando à Liquid o round, o mapa e o título os coroando como os grande Campeões do BR6 2019!

Junto com o título do BR6, o jogador mais novo da Liquid João "muringa" Deam também foi eleito MVP do torneio, foi premiado com a Espada do MVP e se tornando, seguidos de suas vitórias nas temporadas de 2017 e 2018 até então no elenco da FaZe Clan, o único Tri Campeão do Brasileirão.

 

Circuito Feminino

Enquanto o elenco principal da Black Dragons foi eliminado precocemente, o recém contratado elenco feminino certamente teve uma performance ainda maior do que o esperado. O jogo inicial na Sexta contra o elenco feminino da INTZ eSports Club foi facilmente a partida mais unilateral do dia, onde elas levaram os mapas Consulado e Kafe por 7 a 2 e 7 a 0 respectivamente antes da Resilience e-Sports Club vencer o elenco feminino da Team Brave Soldiers  em uma partida muito mais equilibrada com resultados de 7 a 4 e 8 a 6 para se encontrarem com a BD na Grande Final de Sábado.

O palco principal do evento via @blackdragons

A Grande Final começou no Consulado e viu a Black Dragons conseguir imediatamente uma vantagem com duas vitórias na defesa antes mesmo da Resilience acordar e no terceiro round ver a Carol conseguir uma Triple kill. Isso pareceu mostrar que a Resilience ainda poderia lutar que no round quatro onde a Dooxy quase conseguiu um clutch 1x3 antes da jogadora da BD Thaii a eliminar levando, eventualmente a um resultado de 7 a 1 no mapa de escolha da Resilience.

O Segundo mapa foi Fronteira e foi muito mais equilibrado, apesar disso, como mostrado em Consulado, a Black Dragons não seria facilmente derrotada. Após estarem atrás por dois rounds, com a Resilience vencendo quatro antes, assim como na semi-final delas a troca para a defesa levou a elas ganharem cinco rounds consecutivos para fechar o mapa em 7 a 4 e levarem o título de Campeãs do Circuito Feminino na GameXP 2019.

 

TUES Campeonato Universitário

Essa semana na GameXP também tivemos a final do torneio Universitário de R6 TUES entre a  Universidade Anhembi Morumbi, que incluía no elenco o jogador ex-challenger league p0PStarr, e a Universidade Positivo que incluía no elenco o jogador ex-challenger league Fressato e a Isa que terminou o Circuito Feminino da GameXP em quarto lugar com o elenco feminino da Red Devils no ano passado.

O material promocional do evento via @rainbow6br

A partida foi bem interessante apesar do nível ser claramente inferior às partidas mencionadas anteriormente. A Anhembi Morumbi venceu o primeiro mapa por 7 a 5 estando à frente no placar por grande parte do mapa antes do segundo mapa, Banco, os dois times trocaram rounds até o fim e chegarem na prorrogação, onde a Anhembi finalmente venceu os dois primeiros rounds levando o mapa por 8 a 6, fechando a série em 2 a 0 e levando o título.

O elenco da Universidade Anhembi Morumbi levantando o troféu de campeões do TUES Campeonato Universitário. via @rainbow6br

 

E agora?

O Brasileirão volta para a temporada de 2020 em Setembro com dois novos times, Team oNe e a Guidance Gaming, entrando no campeonato de dez meses no lugar das rebaixados elencos ex-ReD DevilS e ex-paiN Gaming. Até lá, ambas NiP e FaZe Clan participarão do Six Major em Raleigh nos EUA, enquanto a Team Liquid irá se focar em repetir essa performance na Pro League para quem sabe conquistar uma vaga para as finais da Season 10 no Japão.

O Circuito Feminino verá o seu próximo grande evento no Greenk Tech Show -- “O maior evento de tecnologia e sustentabilidade do Brasil” -- nos dias 4 à 6 de Outubro onde a Black Dragons e a Team Brave Soldiers se juntarão aos elencos da Athena’s e-Sports e a RedWolf e-Sports (até então jogando como Resilience e-Sports) próximos à São Paulo

 

---

E com isso terminamos a nossa cobertura do evento das finais do BR6 2019. Fique de olho aqui no SiegeGG para mais atualizações sobre R6 ao redor do mundo assim como anúncios sobre o BR6 2020 assim que eles acontecerem!

O elenco da Team Liquid com os seus troféus via @rainbow6br’s flickr. Da esquerda para a direita, sentados e então em pé:

 

Silence (coach), rafa (manager), muringa, Nesk, Paluh, psk1, Sensi (coach), ziG (streamer da Liquid), Claudio Godoi (psicólogo) and S3xyCake.