Skip navigation (Press enter)

"Tenho interesse em levar qualquer uma das [NAL] equipes pro topo": ex-técnico do MIBR Budega quer treinar um time da NAL

Budega acredita que sua experiência no Brasil pode levar um time da NAL para o topo

Image via SiegeGG

Após a saída surpreendente da MIBR, devido a conflitos internos, Matheus “Budega” Figueiredo afirmou que deseja se tornar técnico na NAL em entrevista com o SiegeGG.

O brasileiro acabou de se tornar agente livre e já está aberto para novas propostas, independente da função que seja. Sua vontade é estar com um time para o primeiro split da NAL, dia 22 de Março. “Tenho interesse em levar qualquer uma das equipes pro topo, em qualquer função que seja”, Budega disse.

De acordo com o treinador, por mais que sua saída da MIBR pareça repentina, é algo que ele vem pensando bastante nos últimos meses. Budega ainda afirmou que ele e a lineup da MIBR não estão na mesma página faz tempo, fazendo-o sentir a necessidade de sair. 

O MIBR vem em queda livre desde o último Six Invitational, onde eles terminaram em terceiro lugar. Desde esse evento, tudo deu errado. Felipe “Felipox” De Lucia estando incapaz de jogar com mouse e teclado durante a segunda etapa do Brasileirão inteira devido cirurgia no ombro e os conflitos internos, foram todos fatores para a recente performance aquém das expectativas.

Após recentemente ter chamado a NAL de “Farmers League”, Budega falou sobre sua frase polêmica e o que ele acha que pode agregar como técnico na NAL.

“Me sinto no meu auge como técnico de Rainbow Six", afirmou Budega. "Consigo trazer uma filosofia de jogo completa para equipe. (...) Ao chamar a NAL de Farmers League, estava me referindo ao baixo nível que realmente aconteceu com o cenário em 2021. Houve muitos projetos desfeitos e isso acarretou com que vários times de lá ficassem inconsistentes, fazendo com que 3/4 times dominassem.”

Além disso, Budega abriu o jogo sobre sua mentalidade em relação a esse novo projeto e o que ele acredita ser o principal problema dos times da Liga Norte Americana.

Diferentemente de sua experiência na Team oNe e MIBR, na qual ele estava com o time desde maio de 2017, como descreveu Budega "éramos irmãos … aprendi tudo que sei com meus meninos e eles comigo”. O técnico agora quer ser a referência de um time e mostrá-los uma nova maneira de jogar Rainbow Six Siege. 

“É muita responsabilidade e me sinto preparado para isso.”

Em relação ao principal problema da Liga Norte Americana, o treinador brasileiro comentou sobre as principais melhorias que os times mais fracos precisam fazer para ficarem mais competitivos. Os times americanos, não estabelecidos, carecem de uma base sólida, precisando de uma estrutura de jogo melhor definida. Tem de haver uma filosofia de jogo que coloque um objetivo claro na mente dos jogadores quando eles entrarem no round. “ … 5 jogadores que entendam o que estão fazendo durante os 3 minutos de round.”

Apesar de só ter treinado no Brasil, Budega não tem barreira linguística e fala inglês fluentemente. O antigo técnico da MIBR vive em Long Island, NY, desde 2015, onde fez o Ensino Médio e faculdade. Como um dos treinadores que fez o Brasil se tornar a grande potência do Rainbow Six, Budega pode ser uma boa adição para o cenário norte americano, desde que algum time lhe dê uma chance.