Skip navigation (Press enter)

Resumo da Primeira etapa LATAM: Team oNe no topo do BR6, NiP vence o Major

Com o segundo turno do Brasileirão prestes a começar, aqui está um resumo de tudo o que aconteceu na primeira etapa na LATAM.

All news
This article is translated. You can find the original here: LATAM Stage 1 Recap — Team oNe Tops BR6, NiP Takes Major Win

Após mais de um mês desde que a Ninjas in Pyjamas e a Estral Esports venceram os seus respectivos mini-majors regionais, a ação está de volta em toda a LATAM, com o primeiro play-day do Brasileirão no dia 17 de Setembro. Isso significa que a liga Brasileira será a segunda competição à recomeçar, já que a Divisão US começou na segunda

Para aqueles que não acompanharam a região LATAM recentemente, ela foi dividida em três sub-regiões: Brasil, México e América do Sul, nos quais os principais países são Chile, Argentina e Peru. Com isso, vamos dar uma olhada no que aconteceu na primeira etapa.

Brasileirão

Apesar da Ninjas in Pyjamas ter vencido o mini-major, a verdade é que a NiP teve diversos problemas durante o BR6. Eles levaram um tempo para engrenar, tendo empatado as três primeira partidas. A NiP parecia incapaz de achar uma solução para seus problemas e estavam em apuros quando entraram na quarta semana de competição com apenas uma vitória e cinco empates.

Porém acabaram tendo um grande final na liga, tendo vencido as três últimas partidas -- apesar dessas partidas terem sido contra times que estão em posições baixas na tabela, Santos, INTZ e Black Dragons.

Se a NiP levou um susto, a surpresa da liga foi a Team oNe. Após o elenco e a organização resolveram seus problemas legais, que acabou com a saída de SKaDinha do time, a relação de ambos os lados pareceu ter melhorado a ponto que a Team oNe começou a ser temida.

Suas performances contra os grandes -- NiP, Liquid e FaZe -- foram impressionantes, tendo vencido dois e empatado um deles (contra a FaZe) e perdeu apenas uma partida, contra a Black Dragons na Semana 4 de competição.

A Team Liquid os seguiu bem de perto, tendo liderado por grande parte da competição, mas uma derrota por 2-0 para a Team oNe e um empate na última partida da etapa contra a FaZe Clan deu à Team oNe a liderança. Apesar disso, um segundo lugar e com Paluh e Nesk como os jogadores da região com os melhores ratings (1.28 e 1.26 respectivamente) foram algumas das razões que fizeram os torcedores da Liquis sonhar em vencer o mini-major.

Em quarto lugar temos a FaZe Clan, que terminou cinco pontos na frente da MIBR. Apesar da FaZe claramente serem um dos melhores times, não foi até a última semana que eles garantiram a sua presença no Major de Agosto. Essas performances irregulares da FaZe levaram às mudanças que nós vimos a seguir, a saída de Mav e a chegada de KDS para jogar a Segundo Turno.

Para concluir o resumo do Brasileirão, vamos dar uma olhada nos stats do Primeiro Turno. Paluh, Nesk, Muzi e Pino foram claramente os quatro melhores jogadores da liga, todos com ratings iguais ou superiores à 1.20, com os quatro jogadores sendo novamente os melhores no Six Major de Agosto.

Alguns outros destaques foram os cinco jogadores da Team oNe, sendo o único time que todo o elenco teve ratings acima de 1.00, junto de pedr1n que apesar de jogar pela W7M Gaming, um dos três times recém promovidos, terminou com o sexto melhor rating e jogando no papel de suporte, terminando com 14 plants e um KOST de 65%.

Alem4o foi também um dos destaques da competição, ele terminou com um rating de 1.12 na sua primeira teporada como profissional. O seu KOST também foi impressionante mesmo com Buck e Smoke sendo seus principais operadores, ele terminou com 159 kill em 18 mapas levando a INTZ ao sétimo lugar.

Os outros dois times novatos, Santos e FURIA, terminaram com os piores stats da liga, com apenas um jogador em cada time terminando com rating positivo. Apesar da FURIA empatar com times como Black Dragons, INTZ e Ninjas in Pyjamas, sua derrota contra o Santos significou que eles terminariam o primeiro turno como lanternas na tabela. Santos só conseguiu apenas mais um ponto contra outro time novato a W7M Gaming, empatando a partida após perderem o primeiro mapa por 7-0.

Mexicano

O cenário mexicano finalemente teve oportunidade de brilhar diante de uma comunidade internacional com a sua própria liga. Até agora, a competição nos ofereceu partidas emocionantes que terminaram com a Estral Esports ficando com a primeira colocação, seguidos pela Timbers Esports.

Apesar da liga ter oferecido uma competição apertada até agora, a Estral está um passo além dos outros times da liga. Após 12 mapas jogados, o time perdeu apenas um -- contra a Pixel Esports -- o que os ajudou a terminar em primeiro lugar com 14 pontos, quatro a mais que o segundo colocado e sete a mais que o terceiro.

Essa dominância também está presente nos ratings, com os seis jogadores da Estral tendo terminado com ratings positivos (acima de 1.00), Toski sendo o melhor do time (1.27) e apenas contestado por Morphed (Timbers, 1.26) e seu parceiro de time Pixie (1.24).

Com a Estral Esports chegando na Segunda Etapa como os grandes favoritos, a Timbers ainda é a equipe que pode tirar isso deles. No entanto, MeT recentemente aumentou o investimento no cenário trazendo os jogadores norte americanos DotDash e Wrath, sendo esses os primeiros jogadores estrangeiros chegando em um time da LATAM. Fique de olho no nosso site para acompanhar a evolução da liga nos próximos meses, já que esses dois jogadores podem ser o começo de uma migração de talentos.

Sulamericano

Para finalizar esse resumo temos o Sulamericano. Assim como o Méximo, essa é a primeira vez que outros times da América do Sul têm sua própria liga, liderados por Argentina, Chile e Peru.

Apesar de ser uma liga pequena, algumas das melhores organizações da América Latina participaram, com a 9z Team, Malvinas Gaming e Coscu Army se juntando ao cenário, dando trabalho aos familiares rostos da Furious Gaming e da Nocturns Gaming.

Seguindo o sistema de liga do Brasileirão, em um formato de MD2, a Coscu Army dominou a liga terminando com seis vitórias. Junto com um empate na última semana de competição contra a Malvinas Gaming, o segundo melhor time do Sulamericano.

Apesar da clara superioridade e consistência da Coscu Army, especialmente quando enfrentando adversários diretos, a liga ofereceu uma grande quantidade de jogos apertados, com a diferença de pontos entre o segundo e o quinto colocado foi de apenas dois pontos.

Olhando para os stats dos players, fica claro que ambos shoxo e Pechito foram os grandes nomes da Coscu Army, com o Pechito tendo o segundo maior número de kills do time, apesar de jogar no papel de suporte. Isso teve um grande impacto no elenco vitorioso, com fob1, que joga principalmente de Zofia e Jäger, terminou com o rating de 0.87.

A Segunda Etapa das ligas da LATAM certamente serão emocionantes novemente, com times como a Team Liquid, FaZe Clan e Ninjas in Pyjamas todas irão retornar como grandes favoritas. Acompanhe aqui para não perder nada da ação que começa dia 17 de Setembro e fique atualizado com as atualizações semanais aqui no SiegeGG.