Rogue vs PENTA Sports | Resumo da Partida | Semi-finais da Temporada 7

Go back to News

Veja o que aconteceu no jogo de semi-final da Temporada 7 entre Rogue e PENTA Sports

Em um jogo divertido e equilibrado, a PENTA Sports derrotou a Rogue nas semi-finais do evento presencial realizado em Atlantic City.

Rogue: Easilyy, Bryan, Ecl9pse, Shuttle 

PENTA Sports: Fabian, Pengu, Goga, jOONAS, Kantoraketti

Em uma mudança extremamente interessante no veto e escolha de mapas usual, vimos a PENTA permitir que a Rogue escolhesse Arranha-Céu como seu mapa, tornando-o o primeiro mapa da série. Com o mapa visto apenas duas vezes na temporada online - e apenas nos jogos finais online- sua aparição foi definitivamente uma mudança refrescante de ritmo ver o mapa da Operation Red Crow em uma LAN novamente. A PENTA Sports, por sua vez, escolheu Fronteira, deixando Oregon como o mapa decisivo.

 

A rogue começou confiante em seu mapa, vencendo a primeira rodada - no ataque - com facilidade. No entanto, parecia que ambas as equipes estavam  com dificuldades na defesa, já que as próximas três rodadas também foram a favor dos atacantes. A PENTA, no entanto, então mostrou por que eles foram coroados campeões mundiais em fevereiro.

 

Indo defender os bombsites fora de meta (Exibição e Escritório) no lado Leste, o time europeu venceu a primeira rodada defensiva graças a uma jogada de roaming impressionante de Goga com seu Jäger. Com isso, o mapa já ia praticamente se definindo e a Rogue perdeu as próximas duas rodadas e consequentemente sua escolha de mapa com um surpreendente placar de 5-2.

O segundo mapa, Fronteira, começou de forma semelhante, com o time da Rogue atacando com sucesso no primeiro round e com a PENTA respondendo na segunda rodada. Apesar disso, não haveria dominaçao de ataque nesse mapa, já que tanto PENTA quanto Rogue venceram suas seguintes rodadas de defesa para empatar o mapa em 2-2.

 

Felizmente para a torcida local, rapidamente ficou claro que Fronteira seria um mapa muito melhor para os norte-americanos do que Arranha-Céu. A Rogue conseguiu ganhar mais duas rodadas consecutivas para deixar o placar em 4-2 e map point. Liderados por excelentes eliminações do seu substitui Shuttle, e de Bryan, os norte-americanos pareciam ter encontrado seu ritmo de jogo após a chocante derrota em Arranha-Céu.

A PENTA precisava de uma virada para evitar um terceiro mapa, mas isso não ocorreu já que a Rogue aproveitou sua sequência de 2 rounds seguidos para emplacar um terceiro, ao atacar os as bombas dos Armários e Arquivos sem perde um único jogador. O jogo então foi parar o terceiro mapa, depois de ambas as equipes perderem pelo mesmo placar de 5-2 em suas escolhas de mapa.

 

Apesar do revés inesperado, a PENTA estava longe de estar intimidada. O time europeu começou Oregon conseguindo uma rápida vantagem de 2 rounds. A Rogue ameaçou uma virada ao ganhar a terceira rodada com um excelente clutch de Shuttle, mas isso era tudo o que eles iriam fazer nesse último mapa. A PENTA continuou sua caminhada rumo à Grande Final com facilidade, levando o mapa por 5-1, e a série por 2-1.

 

A Rogue, apesar de seus melhores esforços, parecia instável no primeiro e no terceiro mapa, e deve portanto ter que assistir a Grande Final das arquibancadas após ser eliminada nas semi-finais pela segunda vez seguida. A PENTA, enquanto isso, chega a uma incrível quinta Grande Final, e vai tentar manter o seu impecável legado na Grande Final com outro título.