Skip navigation (Press enter)

“Nós conseguimos mudar as coisas rapidamente, nós não temos apenas um estilo de jogo”: os campeões do SI 2021 então d oficialmente de volta

A Ninjas in Pyjamas está de volta à uma grande final internacional após decepcionar no México.

Em questão de semanas, a Rogue foi, de candidata a Relegation na Europa, a mandar os campeões do Major do México para a casa e ainda se classificar para o SI 2022. O seu último obstáculo entre eles e a sua primeira participação em uma Grande Final internacional eram os campeões do mundo no SI 2021, a Ninjas in Pyjamas.

Não acabou bem para eles. A NiP acabou com a campanha da Rogue após vencerem eles em uma série pouco equilibrada, com os brasileiros vencendo no Litoral (7-4) e no Clube (7-3). Três dos sete rounds vencidos pela Rogue na série vieram nos três primeiros rounds do primeiro mapa, quando os europeus abriram uma vantagem de 3-0.

“Nós pedimos uma pausa tática, nós couteramos eles, nós mudamos o nosso estilo de jogo… e foi isso,” disse Julio “JULIO” Giacomelli em entrevista pós-jogo.

Os ninjas pediram um pause tático, o que mudou tudo. Os brasileiros então venceram os três próximos rounds, uma sequência que foi interrompida por um bom ataque da Rogue. No entanto, nada poderia impedir a NiP de vencer os próximos quatro rounds de forma dominante, que incluiu um ace de Murilo “Muzi” Moscatelli.

O Clube foi quase uma réplica do Litoral, com os Ninjas novamente sendo dominantes na defesa. Os brasileiros foram para a segunda metade do mapa liderando por 5-1, o que eventualmente terminaria com a NiP vencendo por 7-3.

“Nós conseguimos mudar as coisas rapidamente, nós não temos apenas um estilo de jogo, nós começamos com um estilo de jogo que achamos que vai ser bom contra o adversário, e então nós podemos mudar durante o jogo, eu acho que os times europeus tem seu próprio bom estilo de jogo, mas isso é uma vantagem para nós,” disse JULIO sobre o estilo europeu no Siege.

JULIO foi fundamental para o resultado do seu time no Clube, com ele vencendo dois clutches. O jogador brasileiro estava confortável em ambas as situações, já que “você tenta não pensar muito, apenas ouvir os sons”.

Em geral, os campeões do SI 2021 não tiveram problemas em finalizar a série, com os jogadores se sentindo em controle do jogo o tempo todo.

“Eles estavam pegando muitas kills de abertura, mas não estavam fechando os rounds, nós sabíamos disso então nós jogamos de forma mais passiva no final dos rounds ao invés de sermos agressivos, isso funcionou em ambos os mapas,” disse JULIO.

Agora, a NiP se junta à FaZe Clan no que será a segunda Grande Final totalmente Brasileira do ano, com a primeira sendo na Grande Final do SI 2021 onde a NiP enfrentou a Team Liquid. Com a Team oNe vencendo no México, agora é oficial: a dinastia Brasileira é realidade.

“É muito bom porque alguns jogadores quando vencem o SI se sentem frustrados quando não vencem um torneio, nós não, nós voltamos mais fortes e estamos muito felizes, nós continuamos jogando,” concluiu JULIO.

Amanhã, ambas FaZe Clan e NiP irão jogar a Grande Final do Major da Suécia às 13:30 horário de Brasília. Enquanto a NiP vai jogar para provar que o México e o Terceiro Turno foram apenas um tropeço, a FaZe Clan busca vencer o seu primeiro troféu internacional no Siege.