Skip navigation (Press enter)

TchubZ: "Cada um dos nossos jogadores nós estudamos para que o time fosse perfeito, até o meu analista"

Em antecipação ao Six Invitational 2021, agora confirmado entre os dias 11 e 23 de Maio em Paris, o SigeGG conversou com o Coach da Team oNe TchubZ

TchubZ: "Cada um dos nossos jogadores nós estudamos para que o time fosse perfeito, até o meu analista"

O coach da Team oNe  Arthur "TchubZ" Martins chegou agora no time, tendo ajudado os seus compatriotas da FURIA garantirem a vaga no Six Invitational ele agora está se preparando com a Team oNe.

O Projeto Team oNe, diz Tchubz, não é só um bando de jogadores, diferente do que possa parecer.

No frenesi de transferências provocado pela FaZe Clan que dropou quatro dos seus jogadores e contratou todos menos um dos jogadores da MIBR antes de começar a temporada, a Team oNe pareceu que foi a única a reagir. A organização foi, na verdade, a terceira equipe a promover mudanças, já que a MIBR contratou todo o elenco que estavam na Team oNe  que garantiram  a vaga no Invitational acumulando suficientes SI Points em 2020.

Welcome to our new Rainbow Six squad | Team Singularity
Dupla atual da Team oNe se juntou ao time após passagem pela Team Singularity na Série B.

Cinco elencos diferentes se juntaram para formar esse time, desde a FaZe Clan até a Team Singularity. A dupla Caio "Neskin" Szazi e Juliano "Levy" Andrade dos Santos Benos foram surpresas, já que eles eram contratados da Team Singularity que tinha acabado de terminar em quarto lugar na Série B.

Apesar das previsões, no entanto, a Team oNe vem de boas atuações, aparentemente devido à uma seleção cuidadosa dos jogadores e analista -- não apenas um bando com quem estava disponível.

Essa temporada, a Team oNe terminou o Primeiro Turno do BR6 em sexto lugar, mas ainda melhor foi a performance na Copa Elite Six onde ficaram em terceiro, perdendo para os que seriam os campeões da Team Liquid em uma partida bem apertada.

O antigo elenco da Team oNe, agora na MIBR, também perderia para a Team Liquid na Grande Final, por placares muito semelhantes.

Os jogadores  Karl "Alem4o" Zarth  e Eduardo "KDS" Santos ficaram em quarto lugar em termos de rating no BR6 e na Copa Elite Six respectivamente, com o KDS também ficando em quarto em termos de KOST.

Estatísticas do Primeiro Turno do BR6 2021.

Alem4o também ficou com o segundo melhor K-D do turno e quarto melhor KOST no BR6, enquanto Lorenzo "Lagonis" Volpi ficou em segundo lugar no número de plants em ambos os eventos.

As estatísticas impressionantes continuam, com Alem4o e Lagonis empatando em quarto lugar em números de clutches, com quatro para cada um.

Para entender como essa nova Team oNe se encontrou na posição de azarões, o SiegeGG conversou com o seu novo coach TchubZ.

Primeiro de tudo, uau. Que temporada maluca foi essa até aqui, não? O elenco atual de vocês, coach incluso, foi formado a partir de cinco elencos diferentes! Como essa mistura de jogadores se encaixou?

O Lagonis me ligou e pediu minha ajuda para montar esse projeto da Team oNe e nós conversamos bastante, não só sobre nomes mas também sobre perfil de jogo. Então nós não nos importávamos com nomes e sim com perfis que fariam um time verdadeiro.

O Alem4o era o jogador com o segundo melhor rating do mundo que não iria jogar o Invitational, ele e o Lagonis já tinham jogado juntos anteriormente em times amadores e ele é ULTRA trabalhador e também um palhaço (o que deixa tudo mais divertido).

KDS é o reflexo de todo o seu time, se você tem um time que se esforça, ele será o jogador que se esforçará mais, se você tem um time desleixado, ele será o pior também. Se falarmos de talento nato, na LATAM ele é o melhor no momento.
 
Cada um dos nossos jogadores nós estudamos para que o time fosse perfeito, até o meu analista.

Vocês acham que essa mudança gigante de elencos -- mudança de times inteiros, na verdade -- se tornarão mais comuns? Nós vimos bastantes mudanças na LATAM e até mesmo na NA nessa última janela de transferências.

Eu não acredito que veremos mais dessas mudanças completas de elenco. Eu só acho que os times irão estudar mais quem eles irão trazer e o porquê. Os times no Brasil deveriam prestar mais atenção em projetos a longo prazo, pelo menos é o que eu penso.

O seu time levou um tempo para se ajustar, provavelmente pelo fato de ser um elenco completamente novo. Um sexto lugar no BR6 se tornou um terceiro lugar na Copa Elite Six; o que causou esse salto e como vocês continuam trabalhando para melhorar?

Ainda somos um time novo, nós mal completamos 2 meses juntos.

Primeiro os perfis deram MUITO CERTO juntos e isso criou uma atmosfera incrível de trabalho.

Então eu comecei a introduzir minha filosofia de trabalho e eles acataram imediatamente.

E segundo nós não temos nenhuma pressão sobre nós pois somos um projeto à longo prazo e ao mesmo tempo nós somos obcecados com a vitória, então nós sempre damos 200% de nós em cada partida para trazer resultados o mais rápido possível.

O quanto foi estressante para vocês quando foram informados que vocês (e todos os outros times brasileiros) poderiam não participar do Invitational? Como o time reagiu?

A parte difícil era “estar bem”, para que os meus jogadores me vejam e estejam bem também. Nós estamos focados em um projeto a longo prazo? Sim, mas o Invitational é o sonho de todo mundo. O que nós fizemos foi ter uma conversa séria sobre o que um projeto a longo prazo significa:

Hoje nós somos a zebra, sim, por todas as razões. Nós queremos vencer? Mais que qualquer coisa, mas se nós não conseguirmos, tudo bem, no próximo nós não seremos a zebra, nós seremos candidatos, e se nós não conseguirmos, tudo bem, porque no próximo seremos favoritos.

Fazendo isso nós mantemos o nosso foco nos treinos e na evolução a cada dia para qualquer competição que seja.

Esse vai ser o primeiro evento internacional para o seu time, e isso vai ser bem diferente com as outras três regiões na mistura. Como vocês estão se preparando para isso?

Nós estamos focando no nosso jogo, desenvolvendo nosso macro-estratégias e o pôr em prática. Como o nosso estilo vai funcionar contra os outros vai ser incrível.

Qual é o objetivo de vocês no Invitational e o quão confiantes vocês estão que vocês irão atingi-lo?

É claro que queremos vencer.

Esse é o primeiro objetivo, ninguém coloca o pé no maior palco do jogo vai te dizer que eles não se importam.

Mas o nosso maior objetivo é aprender e absorver o máximo possível de experiência desse Invitational. Nós iremos enfrentar estilos e ritmos de jogo diferentes. O quão bom é o nosso estilo contra todos os outros? O quão eficiente estamos sendo? O que aprendemos hoje?

Ter todas essas respostas é o nosso principal objetivo.

Então vencer é avançar na competição, o que significa mais jogos que serão mais difíceis, o que significa mais aprendizado. Vamos com isso em mente até levantar o Martelo esse ano.

Qual é a opinião de vocês nas mudanças do formato do Invitational e quais vocês acham que são as chances de vocês no grupo?

SI2021 Participating teams 960x540

Eu amei o formato pra ser sincero, eu apenas gostaria que fosse mais longo para que você pudesse enfrentar cada time duas vezes porque uma MD1 pode ser MUITO traiçoeira para alguns times. 

Adorei o nosso grupo, não teremos nenhum jogo fácil e será divertido competir contra eles.

Alguma coisa que vocês queiram dizer para os seus torcedores e talvez para os seus adversários?

Só gostaria de dizer que não só eu como todo aqui são muito gratos por todo o apoio que nossa torcida nos têm dado. Muito obrigado por isso, de verdade.

E nós vamos para cada jogo com a mesma paixão que nós mostramos na Copa Elite Six, estamos dispostos a nos sacrificar por cada vitória, não importa se é uma MD1, MD3 ou MD5, nós vamos jogo a jogo.

Nos vemos logo!

---

Veja a Team oNe em ação no dia 11 de maio às 6:00 Horário de Brasília (UTC-3), quando eles enfrentam a Cloud9 direto de Paris.