Skip navigation (Press enter)

Sensi: "Os fãs da LATAM sempre querem mais de nós"

No nosso décimo primeiro artigo na série Invitational Insights, nós falamos com o coach da Team Liquid Sensi sobre a preparação do time dele para o Six Invitational 2020.

Sensi:  "Os fãs da LATAM sempre querem mais de nós"
This article is translated. Read the original: Sensi: "LATAM fans always want more from us"

Após um ano e meio não se classificando e perdendo eventos desde que o time brasileiro venceu o único título da região LATAM da Pro League na Season 7, parece que a Liquid está de volta ao topo após vencerem o BR6 em Julho, terminarem em segundo na DreamHack Montreal em Setembro, e vencer o seu segundo título internacional no OGA Pit Minor em Dezembro e se tornarem o terceiro time mais bem sucedido na história do Rainbow Six (atrás apenas da G2 e da EG).

Essa sequência de sucesso vem logo após três seasons seguidas que o time não conseguiu se classificar para as Finais da Pro League, sair na primeira fase do Major de Paris e não terem conseguido se classificar para o Major de Raleigh. Mesmo assim, com o time mantendo um elenco consistente pelos últimos nove meses -- mais do que qualquer time da EU ou da NA além da Team Empire -- foram capazes de melhorar constantemente até um ponto que a Liquid agora é uma das favoritas para o Invitational, uma grande conquista para um time que sequer estava presente no último Major.

A Team Liquid após a vitória no OGA PIT Minor.

Não apenas a Liquid vem conquistando resultados, a forma da qual os resultados estão chegando estão sendo impressionantes também. No OGA Pit Minor, o time sensação da Pro League, BDS Esports, caiu por 2-0, logo após a Luminosity Gaming teve o mesmo destino -- embora ambas as partidas tiveram um mapa indo para o Overtime. A MIBR foi o primeiro time a ganhar um mapa da Liquid, mas não foi surpresa nenhuma considerando que os times se conhecem muito bem, e a Spacestation Gaming foi o próximo time a conseguir isso, mas graças a uma grande partida deles e não por erros da Liquid.  

Enquanto se preparam para se provar o melhor time brasileiro da região e passar no grupo com a Ninjas in Pyjamas, MIBR e Giants Gaming, o SiegeGG falou com o coach do time, Sensi, sobre a ascensão recente do time:

Com dois dos três adversários do seu grupo sendo da região LATAM, você acha que vocês tem alguma vantagem ou desvantagem em particular?

Na minha opinião, sim. Ter três times da mesma região no mesmo grupo traz desvantagens (na maior parte) e vantagens. Jogar contra times que você está acostumado a enfrentar na sua região é como jogar o regional da Pro League ou qualquer outro torneio regional… tira toda diversão de uma competição LAN internacional. É jogar mais do mesmo. Eu não gosto disso.

Muito foi dito sobre o processo de seeding para os grupos. O seu time tem algum problema com isso? Deveria ter um limite de times da mesma região?

Sim, não deveria ter mais de dois times da mesma região no mesmo grupo.

Apenas a Giants Gaming não é da sua região nesse grupo. Como vocês estão se preparando para o estilo de jogo deles, se for necessário?

Bom, a parte boa de ter 3 times da LATAM no grupo é que você pode focar seu estudo em sua MAIORIA no meta de uma região. Giants é um ótimo time, mas nós sabemos pouco sobre eles já que nunca enfrentamos eles até agora. No entanto, nós ainda precisamos conhecer o estilo de jogo deles e adaptar quando for necessário

Você acha que os playoffs em eliminação-dupla vai mudar a dinâmica do evento, e qual é a sua opinião na vantagem de um mapa na grande final?

Para falar a verdade, eu acho que é uma ótima mudança. Os times às vezes precisam ter uma segunda chance para ficar no torneio. Isso também é ótimo para os torcedores e mantém o hype ainda mais. Em relação à vantagem de um mapa na grande final, eu acho que é justo se temos eliminação-dupla. O time que chegar à grande final pela winners bracket com certeza merece uma vantagem.

O seu time é o único que conseguiu trazer para a casa um título internacional -- dois, na verdade -- na LATAM. Esse pode ser o terceiro e maior?

A Team Liquid é até agora o único time da LATAM a conquistar um título da Pro League.

Sim, com certeza! Vencer o Six Invitational e/ou o Major é o ápice de qualquer pro player e membros da organização no R6! Ser o único time da LATAM com títulos internacionais também nos deixa com uma responsabilidade enorme já que os torcedores da LATAM sempre esperam mais de nós, e nós fazemos de tudo para entregar, mas na maior parte das vezes infelizmente não é o suficiente.

Onde os times da LATAM falharam no passado em torneios internacionais?

Os times da LATAM tem que entender que o problema e o segredo para vencer partidas ou torneios internacionais não é focado nas scrims, táticas, meta, jogadores, skill, mira ou reflexos… Algumas vezes é mais do que isso.

Tudo está na cabeça deles todo o tempo que eles estão no palco. Nós provamos que tudo que eu disse antes funciona. Quando perdemos uma partida ou mesmo vamos embora para a casa, nós não procuramos alguém para culpar, nós trabalhamos em achar porque nós falhamos e ficamos mais fortes juntos. Claro que isso não se aplica em todos os cenários, mas na maior parte das vezes não é culpa de um único jogador, é a decisão feita pelo time inteiro.

Você tem algo mais a dizer para os seus fãs?

Sim! Eu só quero agradecer nossos fãs por serem incríveis como sempre! Eles são a razão de como nós conseguimos força para mudar e evoluir todas as vezes. Ele podem ser duros e criticar fortemente, mas eles têm todo o direito de fazer isso. Obrigado Cavalaria, vocês são fodas! Obrigado!

---

A Team Liquid enfrenta a Ninjas in Pyjamas no Grupo C primeiro, com a partida contra a MIBR ou Giants Gaming marcada para logo depois. Fique de olho aqui no SiegeGG para mais do Invitational Insights e cobertura completa do evento enquanto ele rola!